Oi pessoal! Hoje resolvi fazer um post meio diferente. Vou mostrar minha coleção de mangás shoujos!! (●´ω`●) Não que seja muito grande, se formos levar em consideração o que as editoras brasileiras tem trazido (e não conheço/não consegui todos os shoujos lançados). Como amo o gênero (na medida do normal), achei que seria legal mostrar minha coleção, embora não goste de toda e qualquer obra. Algumas até me deram vontade de jogar no lixo dar. 😛 Por outro lado, 95% dos mangás que tenho aqui provavelmente vão ficar pra herança ou deixar virar item raro pra revender a preços exorbitantes. LOL A intenção é ver um pouco do que as editoras trouxeram pra gente, mas vou aproveitar pra contar um pouco da minha história como colecionadora e dizer o que EU, como consumidora, achei de alguns dos mangás. Acho que será divertido. Vamos lá? ^^

#Não sou boa com fotografias, nem sei fazer retoques direito. Desculpa. (≧∩≦)
#A “situação” é referente as edições que tenho.

ZETTAI KARESHI – O Namorado Perfeito
Situação: Completo
Autor: Yuu Watase
Editora: Conrad

Esse é o primeiro shoujo que comprei na vida. Alguns dizem que o volume 6 é “uma lenda”, “um mito”, a maior raridade da história dos shoujos deste país. Bem, disso eu não sei, mas se eu soubesse que o mangá seria tão requisitado nos dias de hoje, não teria escrito meu nome nele LOL (sim, eu tinha essa mania estranha de escrever meu nome nos livros e colocar a data da compra). (;゚∀゚)

Lembro que essa obra maravilhosa passava de sala em sala na minha escola. Provavelmente toda a 8ª série leu Zettai Kareshi (inclusive os meninos). E não foi fácil conseguir a coleção. Na época eu era meio que uma “ojou-sama”, que não podia sair de casa sozinha e tal. >_>’ Só que quando surgia a oportunidade, coincidentemente ao passar numa banca lá estava um novo volume me esperando. Era o destino! *-* Tenso mesmo foi o último volume, quase não consegui. Mas graças a uma colega minha que comprou, tudo se resolveu (e todo mundo chorou com o final i-i).

Infelizmente, os mangás ficaram bem desgastados de tanto emprestar (páginas soltas, plástico da capa saindo, páginas amareladas/manchadas). Aí, a colecionadora aqui aprendeu a primeira lição: não empreste seus mangás.  ( ≖︿≖)  Pra piorar a situação, um dia eu tava lendo um volume no pátio da escola e um passarinho passou por ali e #pof, cagou numa página. ( ̄ー ̄)”””” Pode isso? Sorte que era uma daquelas ilustrações de abertura de capítulo. Rasguei a folha e aprendi a lição nº 2: nunca mais leia mangás ao ar livre.

Pois bem, a razão desse monte de parágrafos pra uma coleção curta dessas é pra mostrar a grandiosidade da obra. Tem um traço “velha guarda”, que geralmente é algo que me intimida, mas a onda de piadas, uma atrás da outra, me fez amar esse conflito amoroso entre uma colegial, um robô e um amigo de infância. Descontraído, romântico, clichê, hilário, lindo. Definir é difícil. Só sei que Namorado Perfeito é o mangá mais precioso da minha coleção e possivelmente o shoujo mais divertido publicado no Brasil.  (人´∀`)☆゜’❤ฺ:* #obrigadaConrad #YuuWataseFã (também compro O Mito de Arata)

PEACH GIRL
Situação: Incompleto (cancelado pelo editora)
Autor: Miwa Ueda
Editora: Panini

Quando resolvi colecionar mangás seriamente (parando de escrever nome/data neles), comprava tudo completo de uma vez… no escuro (então nem era tao sério assim). Não pesquisava sobre a história, nem mesmo procurava alguma scan pra ler um pouco e ver se era interessante. Bem, ainda faço isso. (。-∀-) Quer dizer, só dou uma pesquisada em obras que acho muuuuito suspeitas (ainda bem que li Genshiken antes. Me livrei de um arrependimento). Pois bem, a maior parte deu certo, mas tiveram dois tiros no escuro que me magoaram: Peach Girl e Otomen. Se soubesse que seriam paralisadas/abandonadas pensaria melhor antes de comprar. Afinal, qual a razão de uma colecionadora ter uma coleção incompleta? Fiquei mega P da vida quando soube que tinham cancelado a publicação de ambas. Brava mais ainda comigo por não ter pesquisado antes. Lição nº 3 aprendida: Pesquise sobre o mangá! \o/

Deixando minha frustração de lado, gostei muito de Peach Girl. Uma obra diferente e com um enredo sobre preconceito, problema antigo que não mudou nada nos dias de hoje. Cheguei a ver em alguns volumes os comentários da Valéria, do Shoujo Café. Sei lá, parecia um Easter Egg pra mim. XD Fiquei contente de ver nas seções de cartas como a obra estava sendo bem recebida, mas aconteceu de cancelarem a publicação… a dois volumes do término. ( ಠ_ಠ) Triste.

OTOMEN – Um Doce de Garoto
Situação: Incompleto (cancelado pelo editora)
Autor: Aya Kanno
Editora: Panini

Não sei o que esse mangá tem que eu gosto e não gosto ao mesmo tempo. ( ゚∀゚;) Tenho a sensação de que a mangáka tentou estabelecer um estilo, combinando o traço sério (na maior parte) com a história nonsense. A fórmula não me agradou completamente. Quase me arrependo duas vezes. Não seria um mangá que acompanharia semanalmente, mas mesmo assim teria comprado todos os volumes numa boa. Sou mais feliz com outras obras da autora, como Makoto no Kuni e Baraou no Souretsu. Eu senti que ela tinha talento pra histórias desse calibre e pimba! Combinou perfeitamente com o estilo dela ♥.

Apesar de ter reclamado, Otomen tem umas coisas que valeram a pena. Amei ver a rivalidade que o Tounomine criou com Asuka (que só quer ser amigo do outro). É simplesmente divertido. :3 E os segredos de cada personagem, do tipo que ninguém esperava, te faz ter um carinho especial por cada um deles. Mas só posso lamentar pelo paralisação. #PaniniCapitalistaSemCoração T_T

COLÉGIO OURAN HOST CLUB
Situação: Completo
Autor: Bisco Hatori
Editora: Panini

Uma das melhores coisas que a Panini trouxe e outro dos meus tesouros. Quando estava no meio da publicação, fui atrás da edição nº1 (a única que faltava pra mim) e arrematei num leilão, não me perguntem por quanto. Hoje ele tá saindo bem mais barato no Mercado Livre. Enriqueci alguém. ( ̄∀ ̄;) Pois bem, nem tenho muito o que falar dessa obra MA-RA. Dificilmente se ouve algum otaku dizer que nunca assistiu/leu Ouran, a história de uma estudante bolsista que se disfarça de menino para participar de um clube de hosts, da escola, com o propósito de quitar uma dívida de oito milhões de ienes.

Lembro que conheci a história num evento, onde estavam exibindo o anime. Quando peguei o mangá estranhei muito o traço e o ritmo da história, mas depois me acostumei. Tiveram umas reviravoltas na história, do tipo que geralmente não gosto, mas acabei adorando! #OTP Honey/Reiko ❤ฺ Ou seja, amei o mangá do início ao fim (mesmo a Haruhi não tendo ficado com o Kyouya)! #maniaDeTorcerPelosOutrosCarinhas LOL O último volume tem uns super extras mostrando o futuro de cada personagem! *0* E minha capa favorita é a do volume 13. #HaruhiFofa

COLÉGIO FEMININO BINJIZAKA
Situação: Completo
Autor: Mayu Yokoyama
Editora: Panini

Outro mangá que fez sucesso na minha escola. A heroína é super engraçada, ou melhor, todos são exageradamente engraçados. O mangá inteiro é comédia! \o/ Depois surge um draminha envolvendo o namorado, o amigo de infância, um comitê disciplinar e a ex-namorada do namorado da heroína e bah. Muito treta. Valeu a pena comprar. Depois a Panini resolveu trazer mais três obras da mesma mangaká e tudo o que eu vi foi… as mesmas coisas em todos os mangás.

GALISM
BIJOJUKU – Cursinho da Sedução
OTOMENTAL – A Obsessão de Otome
Situação: Completos
Autor: Mayu Yokoyama
Editora: Panini

GENTE! A mangáka usa a mesma heroína forte, as mesmas amigas/irmãs loucas, o mesmo namorado safadinho e o mesmo amigo pra quem eu sempre torço, mas que no final nunca fica com a mocinha! (╯°□°)╯︵ ┻━┻ Galism, Bijojuku e Otomental são dispensáveis (pra ser franca, nem lembro o que aconteceu em Otomental. Então esse é mais dispensável ainda).

PxP
SPICY PINK
Situação: Completos
Autor: Wataru Yoshizumi
Editora: Panini

Resumidamente: uma droga. PxP tem uma estudante metida a… heroína? ( ´_ゝ`) Ela fica dando em cima do seu amigo nerd que lhe dá suporte nas suas missões, mas ele parece ser difícil/tímido demais pra admitir que gosta dela. E esse desenvolvimento amoroso acontece em um único volume numa velocidade que te arrasta pelas aventuras nada empolgantes. Foi pouco interessante pra mim. -_- O outro mangá, Spicy Pink, conta a história de uma mangáka de 26 anos que trabalha muito e não arranja um namorado. Mas ela acaba conhecendo seu “Cirurgião Plástico Encantando” e eles resolvem ficar namorar, mesmo não se gostando. Eventualmente eles se apaixonam, mas aí chega a ex do cirurgião pra atrapalhar tudo. ヽ(´ー`)┌ Acho que só dei uma risada nesse mangá. (na parte da hora H a heroína não querer ‘fazer’ porque não se depilou LOL). O resto me deu sono. E apesar de todo esse desgosto com esse mangás da autora, quero Marmalade Boy! (ง •̀_•́)ง

CARD CAPTORS SAKURA
Situação: Completo
Autor: CLAMP
Editora: JBC

SAKURAAAAA!!!! Só quero reclamar de uma coisa dessas republicações da JBC: o cheiro de papel novo e tinta é forte demais!!! Quase não consigo ler sem passar mal…  ( ´_ゝ`) Superado isso usando máscaras de oxigênio, amei ler a obra original de Sakura Card Captors. Só conhecia o anime e no mangá descobri um monte de coisas novas e invenções no anime. E o final… Hm… Deixa quieto.  (๑^ ₃ ^๑) Me pergunto se o mangá original é assim mesmo com essas capas quase tudo a mesma coisa. Eu mal consigo lembrar de qualquer uma delas.

FULL MOON O SAGASHITE
Situação: Completo
Autor: Arina Tanemura
Editora: JBC

Arina Tenamura ganhou uma fã com esse mangá. Que coisa mais fofa essa história! (*´▽`*) É mais um daqueles mangás que eu leria umas cem vezes sem enjoar. #fofuraExtrema. Aí, acho que a Panini resolveu aproveitar a onda do sucesso e trazer outro título da autora: The Gentlemens Alliance.

THE GENTLEMEN’S ALLIANCE  †
Situação: Completo
Autor: Arina Tanemura
Editora: Panini
Não é melhor que a outra obra, mas eu gostei. O problema foi na hora de diferenciar os personagens… são todos iguais. Ou me lembram os personagens de Full Moon. <_<” Poisé, eu gostei do mangá, mas não lembro do final. Heheh. Mas, tipo assim, gostei das capas. (。-∀-)

 

ROCKIN’ HEAVEN
Situação: Completo
Autor: Mayu Sakai
Editora: Panini

Não lembro de absolutamente nada desse mangá. LOL omg. Deve ter sido muito chato, porque não gravei nenhuma cena da história na minha mente. Nada. ( ゚∀゚) #Folheando… #lembrouQuaseNada #colocaNaListaDeVenda

AISHITERUZE BABY
Situação: Completo
Autor: Maki Youko
Editora: Panini

Esse mangá foi uma boa surpresa pra mim. Conta a história de um garoto despreocupado que quer pegar uma menina difícil na escola, mas aí do nada ele tem que cuidar da sua priminha de cinco anos. Responsabilidade repentina! E agora, o romance dele será atrapalhado pela bebezinha ou dá pra conciliar? Bem, tem de tudo nesse mangá. Mãe batendo na criança, mãe abandonando filha, pai casando com outra e abandonando a filha… uma confusão de famílias. Não é um mangá pra ler de uma vez. Esse eu comprei mensal e mesmo assim me desgastou mentalmente, mas foi bom. Só que não releria… (essas capas foram feitas no Paint?).

PRINCESS AI
Situação: Incompleto
Autor: Misaho Kujiradou, Courtney Love & D.J. Milky
Editora: Conrad

Gostei de Princess Ai, mas não tanto a ponto de me desesperar à procura da continuação. A heroína americanizada pela Courtney Love tem seu carisma: uma princesa teimosa que gosta de roupas rasgadas. A história não tem nenhuma originalidade, mas achei bem interessante e divertida. Teria continuado se tivesse encontrado o Princess Ai nº2.

MAID-SAMA! – Sua excelência, a garçonete!
Situação: Incompleto
Autor: Hiro Fujiwara
Editora: Panini

Mais um mangá divertidíssimo que a Panini trouxe. Comecei a ler pelo volume 2 e amei. Acho que se tivesse visto o anime primeiro, provavelmente teria odiado… será que é porque me acostumei com o mangá?

Ainda tô esperando o meu último volume. Achei essa saga sobre o Usui e a família dele meio chata… nem lembro direito o que aconteceu… e confesso que nem leio com tanta atenção como antes. (ㆀ´∀`) Ainda bem que acabou e evitou uma bagunça na história.

VAMPIRE KNIGHT
Situação: Incompleto
Autor: Hino Matsuri
Editora: Panini

#àProcuraDoVolume9 Eu amo esse mangá! Eu sei que ele foi muito odiado lá pra frente, mas é meu xodó. O carinho especial que criei por ele desde que comecei a colecionar apaziguou um pouco minha decepção com o final. Por isso, te perdoo Hino-sensei. ‘-‘

 

Gostei muito do trabalho que a Panini fez com as capas. Aliás, parece que eles tem bons profissionais porque eu vivo os enchendo de elogios por todos os mangás que pegam. (^ω^)  Enfim, sou suspeita pra criticar o mangá, só sei que minha teoria de “A heroína fica com o primeiro garoto que aparece na história” foi brutalmente quebrada e ela acabou ficando com o outro… o que pra mim tanto faz. Não era do tipo que tinha um casal favorito. 🙂 #torciaProsDois Minha capa favorita é a do volume 14. \o/

MERUPURI
Situação: Completo
Autor: Hino Matsuri
Editora: Panini

A princípio, fiquei chocada com essa história de um príncipe com menos de 10 anos acho ter um relacionamento com uma garota de 15. E não! Não tinha como aceitar isso, mesmo com a tal maldição que o faz envelhecer 10 anos ao ficar no escuro, lhe dando uma aparência de 18. E não queria aceitar isso de jeito nenhum. MAS! Não sei como mudei minha opinião e deixei pra lá. Simples assim. LOL Achei uma história legalzinha, só que não é meu tipo de enredo favorito (confirmei isso depois de SoreSekai). Hum…quero ler os outros dois trabalhos da autora também (Wanted e Destino Cativo). E já tô de olho no mais recente (Shuriken to Pleats).

PSYCHIC DETECTIVE YAKUMO
Situação: Em andamento
Autor: Manabu Kaminaga
Ilustração: Suzuka Oda
Editora: Panini

Um shoujo que eu nem desconfiava que era shoujo. Nunca tinha ouvido falar da história e agora é um dos meus queridinhos! #fangirlModeOn Quando compro minha leva do mês, Yakumo é o primeiro que leio (dependendo do mês, né, porque é bimestral). Cara/Mana! Que homem lindo é esse! (⊙ω⊙ ) E as lustrações coloridas lá dentro!!! A arte é tipo nível “Yana Toboso”! (〃゚艸゚)  E ainda tem tirinhas extras no final, uma mais engraçada que a outra. Fora as versões do Yakumo de outros artistas (tipo a ilustradora de Kamigami no Asobi *-*). E esse arco finalizado no volume 6! Snif!! (nada pior do absorver as dores dos personagens pra si i-i) Espero que venham outros arcos tão bons quanto esse. Só tô achando que o romance dos protagonistas está muito a passos de tartaruga. Esse negócio de colocar uma cena aqui ou ali deles me faz achar que estão fazendo isso “só pra dizer que é shoujo”. Bem, se tudo continuar bom como está, tanto faz. Ficar caçando esses momentos vai me fazer amar mais ainda o mangá. 🙂

GUERREIRAS MÁGICAS DE RAYEARTH
Situação: Completo
Autor: CLAMP
Editora: JBC

Não sabia que era shoujo. (๑´ლ`๑) Ainda não consegui terminar de ler (tanto que os dois últimos volumes ainda estão no plástico). Como eu disse antes, esse cheiro terrível que sai dessas reimpressões da JBC me fazem passar mal demais. Não consigo mesmo ler.  ( ̄ー ̄)” Rayearth não é da minha infância. Nunca vi o anime nem nada, só ouvi falar. Conheci agora pelo mangá e gostei um pouco. Mas JBC, já chega das antiguidades, seus velhacos egoístas preconceituosos.

SAILOR MOON
Situação: Em andamento
Autor: Naoko Takeuchi
Editora: JBC

De acordo com o Baka-Updates Manga, Sailor Moon é shoujo. Eu achava que não, mas enfim. Essa coisinha antiga que é super querida pela JCB, também não é da minha infância. Acabei vendo na internet só o primeiro episódio (dublado) e não tive paciência pra terminar. Agora tá saindo esse novo anime e pelo que vi está fiel ao mangá (exceto pela ausência dos corações nos olhos da Usagi quando vê o Tuxedo Mask (♥∀♥*)). Detalhismo, detalhismo… Esse mangá também é feito daquele material de cheiro forte e que leva o preço do mangá lá pra cima (querem me matar duas vezes).

ZUCKER
Situação: Completo
Autor: Studio Seasons
Editora: New Pop

Zucker é uma mangá brasileiro do Studio Seasons (a maior prova de que todo mundo pode desenhar e vender seus mangás se buscar isso). Acho que é shoujo… bem, se o Shoujo Café classificou deve ser. É uma história bem leve que envolve um pouco de mistério e fantasia. E no final do mangá há uma história extra sobre uma bailarina, bem interessante também. Zucker é fofo, mas tão pouca história não me satisfez. Quero ler outros trabalhos do grupo, tipo Oiran e Helena, principalmente esse último (embora estranhe a linguagem que usavam antigamente no Brasil :P).

SHUNKADEN – A Nova Lenda de Chun Hyang
Situação: Completo
Autor: CLAMP
Editora: New Pop

Conhecia a história de Chun Hyang em Tsubasa (que merece uma republicação). Nem imaginava que ela tinha uma história só dela (mas devia desconfiar, já que muitos personagens de Tsubasa são de outras histórias da CLAMP). Pois bem, o material utilizado em Shunkaden é semelhante as republicações da editora JBC. >_>’ E quando terminei de ler esse mangá pensei: “Não vejo a hora da continuação! o/”, mas quando olhei a capa e não vi numeração, me toquei… é volume único! (;゚Д゚) Uma pena… gostei da história e acho que dava pra estender bem. 😦

Agora vou mostrar uma série de shoujos que gostei… só no início.

SUNADOKEI – O Relógio de Areia
Situação: Completo
Autor: Hinako Ashihara
Editora: Panini

O início de Sunadokei é interessante, mas depois apareceu tanta confusão desnecessária que acabei ficando com raiva do mangá. Amigos de infância, crescem, apaixonam-se, namoram, terminam, a heroína fica com o outro amigo de infância (porque eu sempre torço pra esses caras secundários, arg! ( ಠ_ಠ)), terminam (percebeu que tá enrolando?), a heroína quase casa com uma cara que mal conhece, depois ela tenta se matar e no final o casal principal amadurece e simplesmente resolve que se amam e que devem ficar juntos e… santa paciência! POR QUÊ NÃO SE RESOLVERAM LÁ NO INÍCIO DE UMA VEZ? ( ಠ益ಠ) Só vou reler essa história daqui a uns 10 anos quando a raiva passar.

 

BLACK BIRD
Situação: Completo
Autor: Kanoko Sakurakoji
Editora: Panini
Mais um bom shoujo que temos no mercado brasileiro. Pelo que lembro, quando passava numa banca de revista e via essa série na estante, tinha vergonha de pegar pra folhear (quanto mais de comprar), tudo por causa das capas, o que é uma grande contradição contra o fato de que comprei o primeiro volume de Namorado Perfeito na cara de pau (na capa, Night tá peladão saindo de uma caixa de presente). LOL Nem eu me entendo. Em praticamente todas capas aparece a heroína chorando enquanto é agarrada pelo Kyo. Acho que foi isso que me incomodou, sei lá (só sei que achei a capa brasileira mais linda do que a original japa). :3

Com um enredo sobrenatural, à lá youkais, percebi que o mangá foi muito bem recebido, principalmente por causa do quase hentai. Mas a minha opinião é a seguinte: Black Bird deveria ter terminado naqueles momentos em que os protagonistas se casam, Kyo vira líder do clã e resolve seus problemas com o irmão mais velho. Owari, mano. Aquela confusão toda depois disso foi lixo extensivo só pra Betsucomi ganhar dinheiro com as vendas. COMO PUDERAM FAZER AQUILO COM O SHO!!!! WTF DE FINAL FOI AQUELE QUE ELE TEVE!!!!!!!!! COM EXCEÇÃO DO SAGAMI, ODIEI TUDO DEPOIS DAQUILO!!!!!!!!!!!!! ( ಠ益ಠ)”””” Foi uma história incrível… até o volume 14.

KIMI NI TODOKE
Situação: Em andamento
Autor: Karuho Shiina
Editora: Panini

Kimi ni Todoke me fez chorar muito, tanto no anime como no mangá. Acho que reli os volumes inicias umas dez vezes e re-chorei neles. A história dispensa comentários. Quem não conhece o mangá shoujo mais bem vendido do mundo? Difícil.

Ah! Gosto muito mais das capas que vem com uma estampa por trás em vez de uma cor só. Mas não veio mais. 😦

Atualmente, tô achando a história uma merda. Como acompanho pelos mangás daqui, não fazia ideia do que tava acontecendo nos capítulos atuais. Continuei a comprar e torcer pra que ficasse melhor e nada. Fui olhar por curiosidade a última raw lançada e… tá a mesma diarreia. (눈∀눈) Bem que fiquei desconfiada quando vi a autora comentar naqueles free talk’s que queria terminar a série, mas que por força da revista teria de estender a história. Não sei por quanto tempo vou aguentar toda essa bagunça que fizeram… nem leio mais, só folheio e guardo.

Também tem umas coisinhas aqui que não são shoujos, mas vou mostrar mesmo assim.  “(っ・ω・)っ

1 LITRO DE LÁGRIMAS
Situação: Completo
Autor: Aya Kito
Ilustração: Kita
Editora: New Pop

Eu chorei. Muito. (´;ω;`) Acabei de ler umas partes aqui e já sinto um nó na garganta. Essas histórias baseadas em fatos reais sempre me comovem. Tem muita coisa pior na vida…

SHINSHOKU KISS
Situação: Completo
Autor: Kazuko Higashiyama
Editora: New Pop

Shinshoku Kiss, que veio pela New Pop, é um mangá de Kazuko Higashiyama, uma das autoras de Tactics (junto com Sakura Kinoshita). Amo Tactics! Mas parei de ler por falta de scan (porque foi paralisado no Japão, mas atualmente não sei qual o estado dele). Bem, Shinshoku Kiss trata do seguinte: a heroína é forçada a trabalhar para um “artesão” de bonecas (caso contrário, ela envelhecerá mais rápido e morrerá). Tudo o que ela tem que fazer é beijar os outros pra obter suas qualidades e transferir para as bonecas. LOL

É uma história bem sem noção e divertida. Só que enquanto lia, tudo o que fiz foi comparar com Tactics. “Aquele ali parece uma versão mais velha do Kantarou” ou “Aquele ali é o Haruka!” e etc. Gostei razoavelmente. Deviam trazer Tactics. É melhor.  (っ・ω・)っ

ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS
Situação: Completo
Autor: Sakura Kinoshita
Editora: New Pop

Só comprei por causa da mangáka, Sakura Kinoshita (também de Tactics). O mais legal dessa adaptação da Alice é que o mangá é inteiramente colorido. E a heroína troca de aparência a cada capítulo, presenteado-me com vários designs de personagens! (≧▽≦) #GostaDoTraçoDaAutora O que menos me agrada nesse mangá é o formato dele, totalmente diferente dos padrões dos outros (mas também pode ser que este seja o formato original, sei lá).

KOBATO
Situação: Completo
Autor: CLAMP
Editora: JBC

Como assim Kobato é seinen!!?? (;゚Д゚) #tôPassada Botava a mão do meu ursinho de pelúcia mais fofo no fogo e dizia que era shoujo! huhsuahdahsaus. Kobato é um ótimo mangá, até melhor que muito shoujo por aí. Conheci a história ao assistir o primeiro episódio do anime e achei uma chatisse. Aí, beeeem mais tarde, comprei de uma vez todos os volumes do mangá e não me arrependi. É incrível, vale muito a pena!!!!!!! (*´▽`*)#pensandoEmTerminarDeVerOanime

A PESSOA AMADA
Situação: Completo
Autor: CLAMP
Editora: New Pop

A Pessoa Amada é um josei que traz em cada capítulo uma história diferente sobre personagens que contam suas experiências no amor. E também, junto da cada capítulo uma das autoras comenta sobre um tema que é retratado na história. Bem leve e divertido. Nada é igual ao outro. Tem a história de uma moça mais velha recebendo a confissão de uma rapaz mais novo. Outra sobre como uma garota se apaixonou pelo colega de trabalho. Tem até uma menina que quase vai vestida de dinossauro pro encontro porque achava que nenhuma roupa combinava. LOL Não vamos ver como alguns relacionamentos começaram e nem como se desenvolvem. Mas não importa, a gente sabe que sempre dá final feliz.

Considerações
——————————————

É… tá na cara que o gênero shoujo é escasso no Brasil. Enquanto isso, editoras de outros países lançam títulos do gênero com pôsters, marca páginas personalizados e outros brindes. Aqui é “no comments”… quer dizer, até acontece pra algum shounen no máximo um marca páginas, que é só um pedaço da capa do mangá. LOL. É rir pra não chorar.

Fazendo a contagem, tenho no total:

  • 18 shoujos da Panini;
  • 4 shoujos da JBC;
  • 2 shoujos da Conrad;
  • 2 shoujos da New Pop.

26 shoujos… dos lançados até hoje… Pouco. Um cheklist da Panini traz pelo menos uns 10 shounens! Já imaginou se fosse o contrário? 10 títulos shoujos num mês? E ficar reclamando que nem os meninos fazem, tipo “Ahh, essas editoras vão me falir esse mês e bla bla bla!” Eita coisa boa que seria (exceto pro meu bolso). ヽ(*´ー`*)ノ Mas é só isso mesmo. Só dá pra sonhar.

Eu não sei como exatamente funciona esse mercado, mas tenho ciência de que as editoras são empresas que investem e querem um bom retorno financeiro. Se não tá dando certo, só pode ser erro na escolha dos títulos (é o que eu acho). Minha sugestão? Vou resumir na imagem a seguir, que é melhor do que ler uma lista gigantesca chata.

#Eu sei que tem coisa aí que não é shoujo, mas vai que cola :3
#E ainda tem muito mais do que isso….

Minha vontade não é que tragam “shoujos” (lê-se “qualquer título do gênero”), mas que tragam obras interessantes, divertidas, com personagens cativantes, com romance cheio de altos e baixos, recheado de momentos meigos e com algum diferencial que, enfim, te faça dizer mais tarde “Amei esse mangá! Vale muito a pena ler! Eu recomendo!”. Mas isso é o que EU acho. Longe de mim generalizar. (●ω● )

Atualmente planejo comprar algumas coisinhas, como Helena (New Pop) e O Condutor (Panini). Esperei o Anime Friends acabar e ver o que poderia sair. A JBC anunciou “um shoujo que não é chato…” *pausa para rir* LOL ( ゚∀゚)ァハハ八八ノヽノヽノヽノ \ / \/ \  ASKOPDKASFISDHASF Bem, li Tom Sawyer e achei chato. Não compro. (◡‿◡✿) Por outro lado, tô super feliz com Magi. (〃゚艸゚) (amo alguns shounen também, ué >_>’) Depois a Nova Sampa (que eu achava que era uma editora que só trazia mangás echiis e sangrentos) anunciou Hakuouki… compra certa!!! Seria ótimo ter também os sequel’s/prequel’s de DiaLovers… mas duvido.  ( ̄ー ̄) Além de Hakuouki, a editora também vai lançar Dawn Tsumetai Te, um shoujo que não conheço, mas achei o plot interessante. #vouLerAntes Achei uma pena a Panini não trazer nada. Ela só garantiu que está negociando e ao que parece só pra 2015. (≧∩≦) Pra mim tudo bem, vou comprar Kuroko e AssClass e ser feliz pelo resto do ano. (⊙‿⊙✿)

Pessoal, é isso. Espero que tenham gostado do post! (^∀^) Não sei se faço a mesma coisa com meus shounens, já que tenho poucos títulos (eles só são muitos em números). No total, alinhando toda minha coleção de mangás ela chega a quase seis metros. Não acho que seja muito (já vi gente com mais), mas sei lá, de repente posso fazer um outro post do tipo. ^^

Espero que tenham gostado! Obrigada por passarem aqui e até a próxima! o/

Anúncios

21 comentários em “[Mangá] Alguns shoujos que tenho aqui e outras coisinhas

  1. Quantos shoujos o.o Eu só devo ter alguns (e acho que a única coleção que eu vou conseguir completar é O Maestro mesmo, e só porque é lançamento).
    A coleção de Ouran completa… Vem cá, não quer doar não? (っ・ω・)っ Eu estava há um tempo planejando roubar o cartão da minha mãe e comprar pela net, mas aí seria certeza que ela não ia me deixar fazer cosplay do Ciel ano que vem (´;ω;`)ウッ…
    Sakura Card Captors é um amor (♥ω♥*) O mangá, o anime é uma droga por comparação e.e Muito exagerado. E, sinceramente, só eu odeio aquelas Cartas Clow que só tem no anime? Acho elas inúteis (눈‸눈) (Aliás, essa reedição é realmente ruim. Só tenho a primeira, e é porque o volume 1 é o único que falta na coleção minha e da minha irmã.)
    Sailor Moon é bom… Mas só. Tô assistindo o Crystal por nunca ter visto o original completo, então é quase tudo novidade para mim :v
    Otomen é UM AMOR COMPLETO (pelo menos para mim)! Comprei as 7 edições de uma vez (junto dos dois mangás de Wolf's Rain saiu por mais de R$ 140, mas tudo bem) e depois de acabar eu comecei a encher o saco da Panini para relançarem :v Será que relançam…?
    Quando eu vi que a JBC tinha dito que o novo shoujo não era chato, eu cortei os laços com ela de vez. Já estava em uma relação de amor e ódio com ela, mas depois de menosprezarem os shoujos assim eu pulei pra Panini ( ಠ益ಠ) Tipo, a Panini já cancelou muitos títulos bons, mas ainda é a minha editora favorita por causa da qualidade da tradução (e porque lança Kuroshitsuji (。-∀-) ).
    P.s.: Sim, eu escrevi tudo fora de ordem :v
    P.s.²: Falando só por falar, fui eu quem comentou no post de otome games de 2014/2015 sobre Diabolik Lovers Dark Fate ser só pra PSVita (e outras coisas, mas principalmente isso).

    Curtir

  2. Oi, Marcela!! Legal ver você aqui de novo! (●´ω`●)

    Dá pra ter uma coleção completa a qualquer momento. É só ter $$$ e paciência de pesquisar as ofertas. Vai ser fácil pegar O Maestro, já que são poucos volumes. ^^

    Nãaaaao, Ouran não. >.< ' Esse é um dos "meus preciosos", junto de Zettai Kareshi e Kuroshitsuji, conservados em saquinhos plásticos. (ノ´∀`*) *olha onde chega o extremo* Melhor dedicar a verba pro cosplay, porque né... cosplay do Ciel é tudo de bom e merece uma dedicação a mais! Aqueles figurinos chiques dele! *---* (queria ter feito cosplay do Grell) As cartas clow eu não tenho problema (até adoraria ter todas elas numa versão impressa), mas o que me irrita no anime é a perda de tempo que tive com cada episódio daquela personagem Mei Lin (acho que é esse o nome). Totalmente desnecessária. >_>'

    Também nunca vi Sailor Moon (exceto o primeiro episódio do anime antigo). Vou acompanhar essa nova versão que segue o mangá a risca, porque não consigo ler esse relançamento da JBC… fede muito. (・ε・`。) (aliás, achei a voz da Usagi… muito irritante ( ⊙︿⊙)””””)

    Ahhh, Otomen foi paralisado. (≧∩≦) A editora deu o anúncio oficial na sua página do facebook… na verdade, foi uma resposta a um comentário. Eles disseram que não iam continuar. Achei muita fata de consideração com os fãs/consumidores, dizerem assim, com pouco caso. ( ಠ_ಠ)

    Ah, nem esquento mais com a JBC. Sei lá qual é a deles com esse negócio de que “shoujo não vende” ou “um shoujo que não é chato”, isso não é coisa que se diga. Tem mangás que gosto do trabalho que fazem, só que estão perdendo nosso respeito com aquela atitude.

    Curtir

  3. Pois é, teoricamente falando é fácil. Mas na prática, cadê o money?
    Hhsuahsua, sei como é. A coleção de Sakura Card Captors da minha irmã ainda tá toda nos saquinhos, por exemplo. (O meu Mirai Nikki Redial também, porque é meu mangá favorito de MN :3 E Vampire Knight 18, mas esse é porque eu nunca nem abri XD) Realmente, vou guardar o dinheiro pro cosplay mesmo, mas agora não sei mais se faço do Ciel ou do Joker. Só acho que sou um pouco alta demais para fazer cosplay do Ciel… Tipo, ele tem 1,52 m e eu tenho 1,63… E o tenso é que eu sou um ano mais nova que ele ( ಠ_ಠ)
    A Mei Lin me irrita muito. Quando fui ver o anime pela primeira vez eu já tinha lido o mangá. Quando ela apareceu eu fiquei tipo “Who the hell é esse ser de voz irritante?!” (ㆀ˘・_・˘) ェ…?
    Eu já vi alguns episódios do primeiro, mas acho que nunca passei do 20 XD Só sei que o último que eu vi tinha algo a ver com um parque de diversões… O Crystal tá bem fiel até agora (pelo primeiro volume que eu li), então curti bastante. Será que não poderia acabar rolando um remake de Sakura também…(*´▽`*)
    Pois é, chato isso de Otomen ter sido paralisado. Por isso de vez em quando eu vou na página da Panini pedir para relançarem, mas sempre dizem só que não está nos planos (눈‸눈)
    Realmente, a JBC tem tantos mangás bons (tipo Fairy Tail e Fruits Basket), mas agindo assim… Acho que, por comparação, a JBC é melhor só na qualidade e no fato de cumprir o checklist, mas tirando isso acho a Panini bem melhor. Além disso, como a JBC pode saber se shoujo vende ou não se eu só me lembro de ela ter trazido 3?

    Curtir

  4. Ah, que nada. Todos ficam bem de cosplay, desde que trabalhem bem nele! O importante é fazer um que te faça se sentir à vontade e confortável. Se tiver algo que você goste e que te faça se sentir bem com o personagem, não vejo porque não fazer cosplay dele. ^^

    Poxa, seria ótimo um remake… de uma porção de animes. XD Tão injusto ficarem mudando as coisas. Só tenho lamentado com esse anime de Aoharaido. Tem muita coisa diferente e minha imouto diz que tô sendo chatamente complexada, mas é porque gosto de como a história flui no mangá. Não precisava mudar/tirar as coisas. (´;ω;`)

    De certa forma sinto que a Panini é superior à JBC. Na verdade, acho até que há consenso sobre isso. >_>” Mas gosto de como eles não perdem tempo mostrando favoritismo com mangás, feito a JBC com Sailor Moon, ou criticando demografias. Eles estão ligados, não fazem as coisas pra “eles” (entre aspas, porque eles querem é dinheiro, né), mas pra nós (se eu pedi, então é lógico que vou comprar :D).

    Curtir

  5. Hhuahsua, valeu pelo incentivo XD Mas acho que vou fazer do Joker mesmo, se meu pai deixar. Desde que eu assisti Inu X Boku SS eu me acostumei a imitar alguns personagens dublados pelo Mamoru Miyano. Já me falaram que a minha imitação é boa… (Eu meio que esqueci como imitar o Natsume (´;ω;`)ウッ… Mas ainda sei imitar o Raito/Light mais ou menos e consigo imitar o Joker bem, então…)
    Concordo tanto com isso da Panini ser meio que superior à JBC (((o(*゚▽゚*)o))) Na minha sala eu, uma amiga minha e um amigo nosso fomos pensar em qual era a melhor editora e deu 3 de 3 pontos pra Panini XD A JBC realmente tem um tipo de favoritismo com Sailor Moon, dá até raiva (눈‸눈) E a Panini realmente escuta as sugestões (não sei quanto à JBC porque não acompanho a página dela). Tipo, SAO foi muito pedido e agora foi confirmado. E ainda tenho esperanças que lancem Kami-sama Hajimemashita e Pandora Hearts, que são muito pedidos(*´▽`*)

    Curtir

  6. Miyano-san é uma figura!! Amo ele no Natsume!! (●´∀`●) Associo a voz dele a qualquer personagem do tipo príncipe. LOL E nossa, você imita ele? Fiquei curiosa, queria poder ver isso. (●ω● )

    Se Kamisama Hajimemashita vier, vou sair gritando em tudo quanto é site!!!! (」°ロ°)」ahushausas Quero muuuuito que venham os lindos do Tomoe e do Mizuki! *-*

    Curtir

  7. LOL Eu associava ele a personagens assassinos '-' Acho que é porque eu conheci ele por Death Note (Raito) e Wolf's Rain (Kiba), então não esperava que a voz dele também fosse tão fofa :3 Mas depois de Soul Eater só consigo associar a alguém com TOC e.e Acho que minha imitação é boa, mas não sei… Sei que o personagem que eu imito melhor é o Kid XD
    Se Kamisama vier eu tenho um ataque que nem quando saiu o primeiro episódio de Book of Circus ✧\\ ٩( ‘ω’ )و //✧ Ou pior, porque Kamisama é meu shoujo favorito :3

    Curtir

  8. Já eu conheci ele pelo Tamaki (Ouran), vai ver é por isso o negócio do príncipe. XD O Kid, akspaskask! Ficou perfeito nele. Acho que qualquer personagem um tanto “animado” combina com esse seiyu.

    Kamisama é um dos meus favoritos também! *-* Não dava nada pra história no início, mas fiquei viciada, principalmente depois da parte que ele solta a Nanami do alto de um prédio. Foi tipo “nunca vi um cara dá um fora numa garota desse jeito (」°ロ°)」”, além de que amo histórias que envolvem a antiga cultura japonesa (culpa de Inuyasha).

    Curtir

  9. Que surpresa ver esse post! (Uma variação agradável! ^^), outra maior ainda é ver o tamanho da sua coleção, se você pusesse à venda, daria uma boa soma! hahahaha

    Siiim! A Wataru-sensei é ótima! Eu li (há muitooo tempo) Marmalade boy, amei, e hoje, acompanho a sequel, Marmalade boy little, é tão legal ver a evolução do traço e arte da autora, além disso, as novas personagens são um amooor. (e embora Marmalade boy seja um shoujo, Marmalade boy little é um josei (com cara de shoujo! LOOL)).

    Vi no twitter o pessoal (que esperava algo do gênero) um tanto desapontado com um recente anúncio de lançamento, nem lembro de qual editora…mas o comentário de uma amiga foi que era melhor apelar para os importados, porque comprar shoujo aqui no BR era complicado…eu concordo, há pouquíssimos que despertam meu interesse.

    O mangá de Sailor Moon tem um tratamento diferenciado pela JBC porque é *uma das/a* galinha dos ovos de ouro deles, não fosse por isso, eles não se submeteriam a TANTAS exigências da titia Naoko (criteriosíssimaaaaaa!). Eu fiquei muito feliz, Sailor moon fez parte da minha infância e eu sempre fui fascinada pela temática abordada (não sou lobisomem, mas tenho uma coisa pela lua~~~ XD).
    Talvez você tenha alguma sensibilidade ao cheiro dos mangás da JBC? O__o Porque eu não tive problemas com o mangá (aliás, eu até gosto daquele cheiro…huahuahaua narcótica por cheiro de livro novo! LOLOLOL).
    Estou companhando o anime novo também…passei um ano esperando esse lançamento HIPER-MEGA-ULTRA ansiosa…mas após ver…se não conhecesse a série e se Sailor Moon não tivesse um lugar especial no meu coração, não acompanharia…eu até gostei, mas não me deixou louca pra ver mais sabe?
    Ironicamente, a Usagi é minha personagem preferida de SM desde sempre, desde criança eu achava ela a mais legal, a mais bonita, a mais mais (apesar de que no quesito beleza, escolher é difícil, todas são lindas com seu estilo, o critério de desempate é a preferência da pessoa), mas também achei a voz dela MUITO irritante, e fiquei chocadinha quando ela chama a MÃE de baka no comecinho do episódio ಠ_ಠ.
    Percebo que fiquei velha e chata, porque o fato dela viver dizendo que não quer/odeia estudar me deixa incomodada (tu quer ser burra é mulheeeer???!), mesmo assim, ela ainda é minha preferida huahuahuaha Não conseigo largar o amor por ela…é caso antigo sabe?

    Imagina o mangá de Kamisama hajimemashita aqui? (〃゚艸゚) Eu acompanharia!!

    Curtir

  10. Nossaa, você tem muito shoujo! Dessa lista eu só tenho completo MeruPuri (AMO esse mangá, e fico decepcionada com VK porque eu enjoei desse segundo, como você mesma falou ¬.¬”) e ainda tô pra completar CCS (meu anime/mangá favorito eternamente!) e Kobato, além de ter 2 volumes avulsos de KareKano (13 e 14 LOL).

    Eu também compartilho contigo esse sentimento de injustiça em relação aos mangás lançados no Brasil. Não sei por que ainda não ganhamos uma versão tupiniquim de mangás populares e ótimos, como HanaKimi (meu sonho, meldes, ainda vejo essa série lançada no Brasil! (ಥ_ಥ ))!

    Gostei muito do teu post, e é a primeira vez que comento no seu blog. Encontrei por causa das notícias de Dialovers, e, aham, eu sou totalmente viciada nesses vampiros (leia, Ayato e Subaru (♥ω♥*))!

    Beijinhos e até a próxima! ^^

    Curtir

  11. Cê gostou? :3 Sempre gostei de ver a coleção dos outros, aí fiquei com vontade de mostrar a minha. Vai que o post vira moda por aí… ahsuahsa. *vou gostar de ver… se bem que tem gente que tem demais até*

    Eu li só o comecinho de Marmelade Boy, mas não tive paciência pra terminar… digo no sentido de vista cansada, ler no PC é dureza (tô ficando gagá LOL). Mas até onde li tava bem interessante… e fiquei torcendo pro “irmão” dela. (ノ´∀`*) Espero não ter nenhuma decepção. E não entendo essas classificações de shoujo. Tem coisa que a gente nem desconfia que é, mas é. Uma dia desses vi uma oneshot muito sinistra de um professor yandere que cortou todinho o namorado da heroína, mas ele sobreviveu, ficou paraplégico e se revelou outro yandere! (;゚Д゚) Imagine se virasse série…

    É verdade, as importações são a única saída… pra quem entende japonês/inglês, tem dinheiro o suficiente e possua motivação/vício no nível máximo! Pra mim só falta a grana. XD Se bem que só compraria algumas obras específicas, que leio mil vezes sem enjoar e que não conseguiria viver sem ter na minha estante (tipo Akatsuki no Yona ou Inu x Boku SS).

    Não tenho muita obsessão por Sailor Moon talvez por não ser público alvo ou coisa assim. Na minha infância gostava mais de brincar do que ficar na TV. O único anime antigo que lembro de assistir era Tenchi Muyo. O vício mesmo só veio depois de Inuyasha. '( ゚∀゚) E aquela exigência toda da Naoko cheira a pacto do mal. É demais já! LOL

    Poisé, tem gente que ama cheiro de livro novo… eu passo mal. Deve ser só com a JBC mesmo porque não tive problemas com os mangás da New Pop, que tem um mesmo padrão. 😛 (Gosto mais do cheiro de carro novo, sei lá por quê. (●´∀`●) )

    Estranhei muito as vozes do anime. Saudade da versão brasileira (me acostumei mal?). Mas vou acompanhar porque ao que parece tá fiel ao mangá, aí me poupa de passar mal ao ler a história. LOL *era aí que a Naoko devia se meter*

    A voz da Usagi foi bem chocante pra mim. Aguda que só. (≧∩≦) Se bem que tem umas partes que achei ela uma graça. Mas quando bate a empolgação nela, prepare seus ouvidos. LOL Até que depois do terceiro episódio me acostumei.

    ahusahsuah Vai ver é porque a gente esqueceu que era assim no passado e agora sabe pra que serve todo esse estudo chato… pra não ficar roubando/matando por aí ou coisa pior. E não estamos velhas, só um pouquinho mais sábias! ✧ (・∀・ ) Isso só mostra que queremos o bem da Usagi. Tomara que ela amadureça logo e fique forte! Amo ver esse tipo de desenvolvimento. (*´ー`*)

    Kamissama podia ser um substituto de Black Bird, se for o caso de uma ambientação folclórica japa. Mas enquanto não vem… VOCÊ VIU?? VAI TER SEGUNDA TEMPORADA!!!!!!! (」°ロ°)」*te sacode* Bem que você me avisou!!! omg omg! (((o(*゚▽゚*)o))) Tão especulando que é só pra 2015, talvez junto com anime da AkaYona. Eita que esse ano só tá saindo notícia boa!

    (=´∀`)人(´∀`=)

    Curtir

  12. MeruPuri é muito fofo (gamei naquele moreninho frio ♥). E pobre VK, tão amado e tão odiado. (ノ´∀`”) Se bem que aquele arco final, não dá pra negar mesmo, tava um lixo. Ah! Eu tinha só um número de KareKano, mas não tive esperanças de conseguir completar e dei ele. (≧∩≦)'

    Também não entendo… os populares venderiam muito bem, afinal, a gente pede, a gente compra, uai. XD *e ainda faz propaganda gratuita*

    Que bom que gostou do post! Muita gente chega aqui por causa de DiaLovers (Shuu (❤ฺ→艸←).) ou dos games otome que viram animes. Tinha que variar um pouco. 😀

    Obrigada por comentar e fica à vontade, Brenda!
    *ps.: olhei seu blog. Parabéns pela review de Kuragehime, super interessante e divertida!!*
    Até!!! :*

    Curtir

  13. MISERICÓRDIAAAA com essa oneshot! ⊙▂⊙ Coitada dessa menina, lidando com esses loucos! E era um shoujo?
    Assim, pelo que li, shoujos são histórias cujo público alvo principal são meninas…tipo 11 a 16/17 anos (o que não faz o MENOR sentido porque já li shoujos com cada cena que…nem te conto, eles estão desvirtuando uma geração de pré e de adolescentes isso sim, dando todo o passo-a-passo pra “H things”! XD), já josei é mais voltado a jovens mulheres, a partir de 18 anos em diante, saindo daquela temática de colégio e entrando em temas como trabalho, casamento, temas mais adultos (mas digo sem hesitar, no quesito “”””maturidade”””” dos relacionamentos os shoujos não perdem em NADA pra os joseis…).

    Eu tenho um medo desses yanderes…prefiro os tsuns, tipo, é melhor morder uma pimenta e descobrir que o recheio é puro chocolate do que morder um bombom e ver que dentro é pura pimenta! huahauha (claro que há as exceções, como o Balder de Kamigami no asobi, que é um surtado (o surtado mais lindo do mundo!) ➜ falou a biased! hihihi (〃゚艸゚), mas eu amooo.

    HAHAHAHA menina, ri altooo aqui com sua preferência por cheiro! Adoreeei! ♥ RYKA! Mas é mesmo, Carro novo tem um cheiro maravilhoso, mas no momento só posso usufruir desse cheiro quando meu pai troca o dele, aí vou me contentando com o dos livros mesmo. huahuahua

    Ai ai ai! CONFIRMARAM A SEGUNDA TEMPORADAAAA?! *OMG!!!!* \(=´∀`)人(´∀`=)/ **vamos fazer a dança da vitóriaaaa!**
    Que coisa MARA!★★ Novas músicas e mais episódios! ♥ Fiquei animada!

    Sabe um mangá super lindo e querido e que percebi que você não listou? Fruits Basket! Eu comprei o mangá e vi o anime, é tão doce, divertido e lindo! Já vi o anime umas 3 vezes, é bem legal, coloca aí na sua listinha, Furuba (apelido da série) merece uma olhadinha, é muito amooor! (e adivinha? Torcia pros dois meninos! huahahua)

    Curtir

  14. O nome do mangá é Risou no Kareshitachi e segundo o BakaUpdates é shoujo (ah! não era professor, era um sempai dela :X).

    Realmente quase não se vê diferença entre um shoujo e um josei, exceto que aquele geralmente, se não sempre, idealiza um amor. Mas veja, hoje em dia quase ninguém quer saber dessas histórias açucaradas. O amadurecimento está vindo mais cedo. “( n_n) Fico feliz da liberdade que o josei traz, tipo, nunca imaginei que Hapi Mari e Chihayafuru estavam na mesma classificação. Mas por causa dessa liberdade, tem muita história que não anda. >_>

    ahsuahsahas Essa comparação explicou muito! XD Mas poxa, tem muito yandere do bem por aí, poxa. Além do fofo do Balder tem o Toma (amnesia), tem… tem… ãnhnn… o Kanato? LOL Esse é um perigo, esquece. Mas eu gosto dos yanderes, especialmente quando eles se curam. (●ω● )””

    omg! Não, não. Não sou rica nem metida(?). ヾ(・∀・;) É só do cheiro que gosto mesmo, huashauahusass. Deve ser alguma mania de limpeza inconsciente (porque vontade de limpar o quarto é zero). Cheiro de plástico novo=cheiro de limpo. É o paraíso! ♥ LOL

    *sim, vamos!* (~´∀`)~。;☆;。~(´∀`~) LOL Pelo que vi nas imagens de divulgação, possivelmente terá um arco com Kirihito/Akura Ou *___* E outro do Kurama na terra dele! Tudo indica que será uma longa temporada!!!

    Ahhh, eu vi Fruits Basket (dois episódios, eu acho), mas não me empolgou. (。-∀-) Não sei se no mangá tem alguma diferença, mas como o anime me desanimou, acabei deixando a compra pra lá. Mas um dia ainda termino de ver (se tem um conflito desses, tenho que ver! \o/).

    Curtir

  15. Haha, eu também tô quase dando o meu de KareKano (。TωT)/ e VK, ainda bem que não cheguei a comprar nenhum volume, só lia na net, mas passei a não suportar mais kkkk!

    Ainda descubro o porquê. Deve ser algo relacionado também a dinheiro, qualidade do mangá… Porque eu lembro que a Henshin fez um vídeo no YT comentando sobre o mangá de Sailor Moon que tava pra chegar no Brasil. O cara falou que de tanto eles insistirem, conseguiram, porque os japoneses são bem rigorosos em relação à qualidade dessa série. Sei lá, é uma relíquia deles, tão garantindo que saia tudo no trinques no restante do mundo. Outras séries devem ter esse padrão, mas vai saber! Quero HanaKimi no Brasil! (╯°□°)╯︵ ┻━┻

    Eu vi que você gostou do post, ahh, obrigada também! Assiste esse anime, ele é bem divertido e legal! Vou acompanhar o seu blog, achei ele adorável! (❤ฺ→艸←)

    Beijinhos!!

    Curtir

  16. Vixe, então nesse caso entendo o porquê dos melhores mangás não estarem vindo. A qualidade daqui deve decepcionar. ( ̄ー ̄) E apoiado! HanaKimi venha pra cá! \o/

    Já assisti, achei demais engraçado!!! LOL E animação ficou belíssima! Agora torço por uma segunda temporada (ou que o mangá venha pra cá! *-*).

    Obrigada de novo!!!! :*

    Curtir

  17. Não me diga que você também gosta do Toma em amnesia?! (✪▽✪) ♡ Fiquei até meio chocada comigo mesma quando percebi que fiquei apaixonadinha por ele, fiquei tipo “ai nãooo, agora até inclinação pra síndrome de estocolmo me aparece! Eu não era assiiim!ヽ(`Д´)ノ ” hahaha mas é, aquele negócio da jaula foi TENSO mas mesmo assim… XD

    Ai não! Neeeem venha botar o Kanato na mesma linha que Balder e Toma Dona Helaine! Ai ai ai! Huahuahua Ele é perigosíssimo e não se cura não, a Yui que termina ficando meio dark das ideias pra entrar no clima totalmente. XD Mas te entendo, afinal acho o Ayato “fofo” apesar dele ser um narcisista safadjénho e malvado (sabe aquela música “você não vale nada mas eu gosto de você ~~” então, te dedico Aybaby!) Kkkkk

    Você leu HappyMari?! Eu gosto tantooo do traço da Enjouji Maki!! ♡ Eu conheci ela lendo PRIVATE PRINCE (amooo!) e acompanhei happymari por um tempo (por mais de 20 capítulos), mas depois me.estressei com o marido da mocinha e abandonei, poxa, o cara só dizia que gostava dela quando tava bêbado! (╯°□°)╯︵ ┻━┻ E é um chato workaholic, aquela coitada já passou muita coisa constrangedora por causa do doce que ele fica fazendo, aff! (é um contraste com o personagem de private prince, o mocinho é um pervertido, mas é louquinho da silva pela menina).

    Molhieeer! Eu sei que você não é metida, oxente! ♥ Cheirinho de carro novo é bom mesmo, uai! (não conheço um cristão que não goste! hauhauhua)

    Curtir

  18. Quase todo mundo quer passar longe do Toma… então somos uma minoria preocupante. (⊙ω⊙ ) Até que gosto dele… no estado mais são possível. 😀 Se a heroína conservasse e dissesse “Tudo bem, querido. Não saio daqui nunca mais, se é o que você quer.” talvez ele a poupasse daquela jaula… LOL E depois arriscava um diálogo convincente… quem sabe não colava. ヽ(´ー`)┌

    Ok, ok. Com o histérico-kun não dá mesmo, sobretudo por causa do seu “não responda pra mim!”. XD

    HappyMari só gostei no início (geralmente é assim, quando a premissa é interessante). Aí as coisas começaram a ficar cansativas, graças a esses fatos que você mencionou. Não deu pra aguentar, nem esperar a autora se mancar e fazer algo sobre. \o/ Um que li parecido foi Midnight Secretary, que também não desenvolveu, mas ainda tem um lugarzinho especial no meu coração (talvez por causa do lance do vampiro, ou por ter sido o primeiro josei que li… se bem que não tenho certeza disso (-ω- )”).

    Curtir

  19. Já no mangá mais recente da autora de HappyMari, Dear brother, também corri, mas dessa vez a culpa foi da mocinha, ô bicha chata! huahuahuahuha

    Midnight secretary também foi o primeiro josei que li! E penso EXATAMENTE como você em relação ao desenvolvimento do mangá, no fim, o cara lá continuou um “eu sou O cara, mulher nenhuma me mudou (ele só não admite né, ah coitado!)”, maaas, a secretária sai por cima, menos mal, menos mal…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s